paroquias.org
 

Notícias






João Paulo II, 23 Anos de Pontificado
2001-10-16 09:12:27

Já lá vão 23 anos desde aquele dia em que o Vaticano apresentava o seu novo e mais importante inquilino. Um Polaco que vinha de Cracóvia e que recebia dos Cardeais a missão de conduzir a Igreja Universal. Uma tarefa que desempenhou com uma mestria que nenhum analista se atreveria a prever no dia da sua eleição. Wojtyla tem sido um Papa político, um Papa ecuménico, um Pontífice com uma sensibilidade pastoral que alia a ousadia e a prudência num equilíbrio espantoso.

O seu Vaticano tem sido o mundo inteiro, como o atestam as viagens pastorais, quase na ordem da centena, que o levaram, não onde era esperado ou politicamente correcto, mas simplesmente onde era preciso. Mas este Papa viajante revelou-se simultaneamente um Papa escritor. Os documentos que saíram da sua pena forneceram à Igreja uma doutrina renovada, dialogante com os tempos, a sugerir caminhos, não há medida do mundo, mas a exigir deste a mudança e adesão a uma cultura que respeite a vida humana e a dignidade do homem.
Com João Paulo II a unidade dos Cristãos rompeu o universo das boas intenções e faz hoje parte da dinâmica pastoral de muitas das comunidades cristãs. Protestantes, Católicos e Ortodoxos vão apagando as distâncias do passado, construindo um futuro único na especificidade de cada um. Este é também o Papa que em Assis reuniu as religiões do mundo numa oração pela paz, uma prece a diferentes vozes mas com uma única intenção.
João Paulo II, um Papa construtor da Paz, um Papa que pediu perdão pelos erros que a sua Igreja cometeu no passado, um homem que pede coisas difíceis e que, talvez por isso, o mundo olha com admiração.


Fonte Ecclesia

voltar

Enviar a um amigo

Imprimir notícia