Capela Sto Isidoro
Página Principal Paroquias.org

  Sexta-feira, 25 de Julho de 2014 - S. TIAGO, APÓSTOLO    Orações Terço Via-Sacra Via Lucis

LEITURA I   2 Cor 4, 7-15

«Levamos sempre no nosso corpo os sofrimentos da morte de Jesus»

Leitura da Segunda Epístola do apóstolo São Paulo aos Coríntios

Irmãos:
Nós trazemos em vasos de barro o tesouro do nosso ministério,
para que se reconheça que um poder tão sublime
vem de Deus e não de nós.
Em tudo somos oprimidos, mas não esmagados
andamos perplexos, mas não desesperados
perseguidos, mas não abandonados
abatidos, mas não aniquilados.
Levamos sempre e em toda a parte no nosso corpo
os sofrimentos da morte de Jesus,
a fim de que se manifeste também no nosso corpo
a vida de Jesus.
Porque, estando ainda vivos,
somos constantemente entregues à morte por causa de Jesus,
para que se manifeste também na nossa carne mortal
a vida de Jesus.
E assim, a morte actua em nós e a vida em vós.
Diz a Escritura: «Acreditei por isso falei».
Com este mesmo espírito de fé,
também nós acreditamos, e por isso falamos,
sabendo que Aquele que ressuscitou o Senhor Jesus
também nos há-de ressuscitar com Jesus
e nos levará convosco para junto d’Ele.
Tudo isto é por vossa causa,
para que uma graça mais abundante
multiplique as acções de graças de um maior número de cristãos
para glória de Deus.

Palavra do Senhor.




SALMO RESPONSORIAL   Salmo 125 (126), 1-2ab.2cd-3.4-5.6 (R.5)

Refrão: Os que semeiam com lágrimas recolhem com alegria.

Quando o Senhor fez regressar os cativos de Sião,
parecia-nos viver um sonho.
Da nossa boca brotavam expressões de alegria
e de nossos lábios cânticos de júbilo.

Diziam então os pagãos:
«O Senhor fez por eles grandes coisas».
Sim, grandes coisas fez por nós o Senhor,
estamos exultantes de alegria.

Fazei regressar, Senhor, os nossos cativos,
como as torrentes do deserto.
Os que semeiam em lágrimas
recolhem com alegria.

À ida, vão a chorar,
levando as sementes
à volta, vêm a cantar,
trazendo os molhos de espigas.




EVANGELHO   Mt 20, 20-28

«Bebereis do meu cálice»

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus

Naquele tempo,
a mãe dos filhos de Zebedeu
aproximou-se de Jesus com os filhos
e prostrou-se para Lhe fazer um pedido.
Jesus perguntou-lhe: «Que queres?».
Ela disse-Lhe:
«Ordena que estes meus dois filhos
se sentem no teu reino
um à tua direita e outro à tua esquerda».
Jesus respondeu:
«Não sabeis o que estais a pedir.
Podeis beber o cálice que Eu hei-de beber?».
Eles disseram: «Podemos».
Então Jesus declarou-lhes:
«Bebereis do meu cálice.
Mas sentar-se à minha direita e à minha esquerda
não pertence a Mim concedê-lo
é para aqueles a quem meu Pai o designou».
Os outros dez, que tinham escutado,
indignaram-se com os dois irmãos.
Mas Jesus chamou-os e disse-lhes:
«Sabeis que os chefes das nações exercem domínio sobre elas
e os grandes fazem sentir sobre elas o seu poder.
Não deve ser assim entre vós.
Quem entre vós quiser tornar-se grande
seja vosso servo
e quem entre vós quiser ser o primeiro
seja vosso escravo.
Será como o filho do homem,
que não veio para ser servido, mas para servir
e dar a vida pela redenção dos homens».

Palavra da salvação.

Fonte: Secretariado Diocesano da Pastoral Litúrgica de Viseu

Esta semana
  Dom, 20 Julho
DOMINGO XVI DO TEMPO COMUM
  Seg, 21 Julho
  Ter, 22 Julho
S. Maria Madalena
  Qua, 23 Julho
S. Brígida, religiosa
  Qui, 24 Julho
  Sex, 25 Julho
S. TIAGO, APÓSTOLO
  Sáb, 26 Julho
S. Joaquim e S. Ana, pais da Virgem Santa Maria
  Dom, 27 Julho
DOMINGO XVII DO TEMPO COMUM

Clique na data para ler a Liturgia do respectivo dia.


Liturgia de hoje
Leitura I:
2 Cor 4, 7-15
Salmo:
Salmo 125 (126), 1-2ab.2cd-3.4-5.6 (R.5)
Evangelho:
Mt 20, 20-28
Liturgia das Horas:
Sexta-feira IV
Terço do Rosário:
Mistérios Dolorosos

 

   
 


Última actualização: 2010-12-01 00:00:00

© 1999-2014 Paroquias.org