Capela Sto Isidoro
Página Principal Paroquias.org
Inteligência Espiritual

  Domingo, 17 de Dezembro de 2017 - DOMINGO III DO ADVENTO    Orações Terço Via-Sacra Via Lucis

6.1 Jesus está vivo

O Filho de Deus fez-Se homem. Um homem que nasceu e que morreu sobre a cruz. O seu corpo foi sepultado. Existem testemunhas disso. Não só os homens e as mulheres que O tinham seguido em Jerusalém, mas também os acusadores, os servos dos carrascos, Pôncio Pilatos e os soldados romanos...

Os quatro evangelistas referem que pela manhã cedo, no dia de Páscoa, algumas mulheres vão ao túmulo de Jesus levando perfumes. Ao chegar à sepultura, encontram retirada a grande pedra que a fechava. Entram no túmulo e vêem um jovem vestido de branco, sentado à direita. Assustam-se. Mas o anjo diz-lhes: "Não vos assusteis. Procurais Jesus de Nazaré que foi crucificado? Ele ressuscitou! Não está aqui! Vede o lugar onde O puseram. Agora deveis ir dizer aos seus discípulos e a Pedro que Ele vai à vossa frente para a Galileia" (Mc 16,1-7)... São João conta como Maria Madalena encontra o Ressuscitado na manhã de Páscoa. Estava a chorar junto ao túmulo vazio. Nisto, vê Jesus sem O reconhecer. Só quando Jesus a chama pelo seu nome "Maria" é que ela O reconhece. Diz-Lhe em hebraico: "Rabuni", que significa "Mestre". O Ressuscitado responde-lhe: "Vai procurar os meus irmãos e diz-lhes: Subo para meu Pai e vosso Pai, para o meu Deus e vosso Deus". Maria Madalena foi anunciar aos discípulos que tinha visto o Senhor (Jo 20,11-18).

Os discípulos dizem: Jesus não está morto. Ele vive: apareceu-nos. Nós vimo-l'O. A nossa história com Ele, a sua história connosco, não terminou. Os homens e mulheres que proclamam esta incrível mensagem são testemunhas. Na sua primeira epístola aos Coríntios (1Cor 15,5-8), São Paulo enumera-os: em primeiro lugar Pedro, a pedra sobre a qual Jesus edificou a sua Igreja. Depois, os Doze que Ele escolheu como apóstolos. A seguir, quinhentos irmãos dos quais alguns já morreram. Posteriormente Jesus apareceu a Tiago, que preside
à comunidade cristã de Jerusalém e ainda a todos os discípulos. Por último apareceu igualmente a São Paulo no caminho de Damasco, quando este perseguia os cristãos.

Depois deste encontro, São Paulo, ardente perseguidor dos cristãos, converteu-se num não menos ardente pregador de Cristo. Para todas estas testemunhas, o sepulcro vazio constituiu um sinal essencial. O encontro com o Ressuscitado converteu-se, para eles, na sua vocação: devem transmitir a outros o que viram. A sua fé é tão firme que estão prontos a morrer por ela. É na fé destes discípulos que a nossa se enraíza.

O que teve lugar entre a Sexta-Feira Santa e a manhã de Páscoa é o mistério de Deus, ao qual nos referimos dizendo: "Ressuscitou dos mortos", ou então, "Deus ressuscitou-O".

Os homens e mulheres a quem apareceu Jesus ressuscitado, conheceram-n'O durante a sua vida terrena. Agora reconhecem-n'O: sim, é Ele, contudo, bem diferente. Assustam-se quando Jesus entra através das portas fechadas. Enchem-se de alegria quando Jesus lhes fala. Confia-lhes a missão de ir por todo o mundo levar a Boa Nova aos homens, perdoar os seus pecados e fazer deles seus discípulos. E acrescenta: "Eu estarei sempre convosco até ao fim do mundo".

 


Senhor, nosso Deus, nós Vos bendizemos:
Nesta noite de todas as noites,
fazeis brilhar a vossa luz:
Num sepulcro vazio infundis em nós a esperança.

Jesus, nosso irmão, nós Vos bendizemos.
Nesta nossa noite de todas as noites,
apagais em nós o medo da vida e da morte:
A confiança é possível.

Deus, Espírito Santo,
nós Vos bendizemos:
Nesta noite de todas as noites,
fazei-nos entrever que a morte não
é razão de ser da condição humana,
mas sim o amor.
 



<< Anterior
Desceu à mansão dos mortos; Ressuscitou ao terceiro dia
Seguinte >>
Nós viveremos


Esta semana
  Dom, 17 Dezembro
DOMINGO III DO ADVENTO
  Seg, 18 Dezembro
  Ter, 19 Dezembro
  Qua, 20 Dezembro
  Qui, 21 Dezembro
  Sex, 22 Dezembro
  Sáb, 23 Dezembro
  Dom, 24 Dezembro
DOMINGO IV DO ADVENTO

Clique na data para ler a Liturgia do respectivo dia.


Liturgia de hoje
Leitura I:
Is 61, 1-2a.10-11
Salmo:
Lc 1, 46-48.49-50.53-54 (R. Is 61, 10b)
Leitura II:
1 Tes 5, 16-24
Evangelho:
Jo 1, 6-8.19-28
Liturgia das Horas:
Domingo III
Terço do Rosário:
Mistérios Gloriosos

 

   


© 1999-2017 Paroquias.org