Capela Sto Isidoro
Página Principal Paroquias.org
Inteligência Espiritual

  Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017    Orações Terço Via-Sacra Via Lucis

5.3 Entregue nas mãos dos homens

Depois da Ceia, Jesus dirigiu-Se para o jardim de Getsémani, situado sobre o Monte das Oliveiras. Os discípulos acompanham-n'O. Chegados ao jardim, Jesus diz-lhes: "Sentai-vos aqui, enquanto Eu vou rezar". Tomando consigo Pedro, Tiago e João, disse-lhes: "A minha alma está numa tristeza de morte. Ficai aqui e vigiai". Indo um pouco mais longe, prosta-Se com o rosto por terra e reza: "Pai, se queres afasta de Mim este cálice. Contudo, não se faça a minha vontade mas a tua". Depois volta para junto dos seus discípulos e encontra-os a dormir. Acorda-os e diz a Pedro: "Não pudestes vigiar comigo nem sequer uma hora?" Afastou-Se deles, pela segunda vez, para ir rezar sozinho. Depois volta e encontra-os de novo adormecidos. Afasta-Se uma terceira vez para orar no meio da noite. Em seguida, acorda os discípulos e diz-lhes: "Continuais a dormir? Chegou a hora: eis que o Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos pecadores". Vistas as coisas superficialmente, Jesus fracassou e, com Ele, a sua mensagem. No entanto, Ele permanece fiel à sua missão e Àquele que O enviou. Não procura escapar, não Se furta a nada. Arrisca a sua vida e aceita a morte.

E não tem que esperar muito tempo. Nesse momento chega Judas, um dos doze apóstolos, ao Jardim das Oliveiras, com um grupo de homens armados. Arrastam Jesus conduzindo-O à presença do sumo sacerdote para ser interrogado. Quando os membros do Sinédrio Lhe perguntam: "Tu és, portanto, o Filho de Deus?", Jesus responde: "Vós dizeis que Eu sou". Pela manhã levam Jesus a Pôncio Pilatos que, desde o ano 26 ao 36 d.C., era o prefeito romano da Judeia. Acusam Jesus: "Este homem blasfema contra Deus!" e "diz ser Ele mesmo rei!" Pilatos manda flagelar Jesus. Os soldados enterram-Lhe na cabeça uma coroa de espinhos, vestem-Lhe um manto vermelho, ultrajam-n'O e batem-Lhe. Pilatos acaba por pronunciar a sentença: Jesus deve morrer crucificado.
Jesus leva a sua cruz até ao Monte do Gólgota, fora dos muros de Jerusalém. Ao meio dia de Sexta-Feira Santa, Jesus é crucificado entre dois criminosos que são executados ao mesmo tempo que Ele. Por volta da hora nona (15h da tarde), expira.

Os evangelistas atestam o acontecimento. Testemunham que tudo isto faz parte do plano de Deus para a redenção: Jesus foi entregue aos homens permanecendo, apesar disso, nas mãos de Deus. Sofre e morre para nos salvar. Com a sua morte é uma nova vida que começa. O amor de Deus por nós, homens, manifesta-se na Paixão e morte de Cristo: Mistério da fé.

Os mensageiros de Cristo dão testemunho de que:

  • Ele é nosso Mediador: entregou-Se a Si mesmo em resgate por nós (1Tm 2,6).

  • Ele é o Cordeiro de Deus: tira o pecado do mundo (Jo 1,29).

  • Ele é o Filho de Deus: pela sua morte reconciliou-nos com Deus (Rm 5,10).

  • Ele é o servo de Deus: para todos os que Lhe obedecem, tornou-Se fonte de salvação eterna (Hb 5,9).

  • Ele é o Redentor: Deus anulou o documento da nossa dívida, fê-lo desaparecer pregando-o na cruz (Cl 2,14).

  • Ele é o Salvador: pelas suas chagas fomos curados (1 Pd 2,24).

 


Jesus disse:
Ninguém tem maior amor
do que aquele que dá a vida pelos amigos.

EVANGELHO SEGUNDO SÃO JOÃO 15,13
 

Sinédrio: A suprema autoridade judaica integrada por setenta e um membros (anciãos, sacerdotes, doutores da lei) sob a presidência do Sumo Sacerdote.

Sexta-Feira Santa: A Igreja celebra este dia duma maneira muito especial. Ao entardecer, os fiéis reúnem-se para comemorar a Paixão e morte do Senhor. Na liturgia da Palavra, ouvimos o hino profético do Servo sofredor, um extracto da epístola aos Hebreus e o testemunho do evangelista São João sobre a crucifixão de Jesus. Na "oração universal", os cristãos apresentam a Deus - em nome de toda a humanidade - os grandes sofrimentos do nosso tempo. Depois, veneramos a cruz, sinal de salvação. Durante a comunhão recebemos o Pão da vida.



<< Anterior
A Nova Aliança
Seguinte >>
Foi sepultado


Esta semana
Clique na data para ler a Liturgia do respectivo dia.


Liturgia de hoje
Leitura I:

Salmo:

Evangelho:

Liturgia das Horas:

Terço do Rosário:


 

   


© 1999-2017 Paroquias.org