Capela Sto Isidoro
Página Principal Paroquias.org
Inteligência Espiritual

  Terça-feira, 17 de Outubro de 2017    Orações Terço Via-Sacra Via Lucis

4.1 O Filho de Deus vem ao mundo

Com o nascimento de Jesus começa uma nova era na história de Deus com os homens. É por isso que o nosso calendário conta os anos "depois de Jesus Cristo". No homem Jesus de Nazaré, é o próprio Deus - como nosso irmão - que vem ao mundo. É por isso que não podemos evocar o seu nascimento sem evocar Deus. São Mateus e São Lucas também não podem relatar o nascimento de Jesus como o de uma criança qualquer. No seu Evangelho, não apenas se narra o que aconteceu, mas também - para dizer plenamente a verdade - o que os acontecimentos significam no projecto divino.

  • São Lucas narra como é que Deus enviou a Nazaré o anjo Gabriel à Virgem Maria. Ele saúda-a assim: "Alegra-te, ó cheia de graça", e diz-lhe que o poder do Espírito de Deus a tornará mãe: "O Espírito Santo virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra" (Lc 1,35).

    São Lucas atesta que Maria diz sim ao projecto de Deus e acredita firmemente que a Deus nada é impossível. Conta como Maria e José se dirigem a Belém e como a cidade do rei David se tornou o lugar do nascimento de Jesus; fala dos pastores, sobre os quais o céu se abriu na noite do cumprimento, do cântico de louvor dos anjos que ecoa sobre a terra, e de novo são os pastores saídos do povo judeu os que encontram Maria, José e o menino (Lc 2,1-20).

  • São Mateus conta como José - o carpinteiro de quem Maria está noiva conhece em sonhos o que Deus espera dele: ele que é um descendente do grande rei David vai dar o seu nome ao Filho de Deus, abrir-lhe o acesso à família de David e, através da sua atenção e dos seus cuidados, desempenhar a sua tarefa de pai (Mt 1,18-24). Mateus viu que a maioria do seu próprio povo não acreditou em Jesus. Mas viu, igualmente, que existem em todos os povos da terra homens que se metem a caminho em busca de Jesus e que O encontram. E não apenas depois da sua morte e da sua ressurreição! É por isso que falam da estrela que conduz os magos de muito longe até Belém para que eles tragam as sua ofertas a Jesus, o rei dos judeus. São Mateus narra também que Herodes, que reina em Jerusalém, quer matar o menino Jesus. Por isso Maria e José fogem para o Egipto, com o menino (Mt 2).
 


O anúncio dos anjos na Noite Santa:
"Hoje, na cidade de David,
nasceu-vos um Salvador".

EVANGELHO SEGUNDO SÃO LUCAS 2,11
 

Graça: Deus é santo, é eterno, é perfeito em Si próprio. O homem é mortal, pecador, imperfeito - mas ele está aberto a Deus. Contudo, não haveria história de Deus com os homens se o Deus eterno e santo não oferecesse ao homem a oportunidade duma redenção e, através desta, não Se oferecesse a Ele próprio. É este Dom de Deus que evocamos quando falamos de "graça". Nenhum homem pode merecer a "graça"; trata-se de um dom livre e gratuito do Deus livre. O homem pode refugiar-se nela. A graça de Deus torna-nos semelhantes a Ele: enquanto co-herdeiros de Cristo, tornamo-nos filhos e filhas de Deus, chamados à vida eterna, num face a face com Deus. "É pela graça de Deus que eu sou o que sou." (1Cor 15,10). Nenhum olho humano viu o que seremos. Há pessoas a quem Deus confia uma tarefa particular, para a qual concede uma graça particular.



<< Anterior
Concebido pelo poder do Espírito Santo, Nasceu da Virgem Maria
Seguinte >>
Maria, a Mãe de Jesus


Esta semana
Clique na data para ler a Liturgia do respectivo dia.


Liturgia de hoje
Leitura I:

Salmo:

Evangelho:

Liturgia das Horas:

Terço do Rosário:


 

   


© 1999-2017 Paroquias.org