Capela Sto Isidoro
Página Principal Paroquias.org
Inteligência Espiritual

  Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017    Orações Terço Via-Sacra Via Lucis

3.1 Jesus, o Cristo

O povo judeu tem uma longa história com Deus. Tem também uma história com a humanidade e, neste contexto, sofreu as provações de qualquer outro pequeno povo que tem vizinhos poderosos. Acabou por ser conquistado e ocupado pelos romanos. Muitos perderam a esperança. E questionavam: Deus esqueceu-nos? A sua aliança já não é válida? Não Se lembra de que, por meio dos profetas, nos prometeu um salvador? Um salvador que nos devolverá a liberdade e a alegria de viver. Que expulsará do nosso país os estrangeiros. Que estimará mais a justiça do que os bens e que as origens sociais. Que restituirá ao povo a sua dignidade humana e aos escravos o seu nome. Que servirá a Deus e nos mostrará como podemos viver honrando a Deus.

  • Nós os cristãos acreditamos e proclamamos: Jesus é esse Cristo, o Messias. Deus enviou-O e ungiu-O com o seu Espírito (cf. Is 61,1; Lc 4,18). Ele é o salvador que Deus havia prometido ao seu povo e a todos os outros. Ele redimirá os pecados do seu povo (cf. Mt 1,21). Ele é Aquele que todos os homens piedosos esperam: o seu nome é Jesus Cristo.
 


Jesus de Nazaré, na Galileia:
Alguém que Deus nos envia
Alguém que vive humanamente
Alguém que defende os "humildes"
Alguém que não receia os "poderosos"
Alguém a quem querem calar.

Ele não oferece resistência,
Não Se defende,
Abandona-Se.
Porque Ele sofreu, o sofrimento tem sentido.
Porque Ele confiou, os que duvidam refugiam-se n'Ele.
Porque Ele morreu, nós esperamos,
Porque Ele ressuscitou, nós bendizemos o Pai e cantamos:
Aleluia!
 

Jesus: O nome de Jesus (abreviação de Jehoshua, Josué) era bastante corrente em Israel. Significa Deus (Javé) salva. Jesus cumpre a promessa do seu nome: Ele é o salvador, traz a salvação. Eis porque Lhe chamamos Salvador e Redentor.

Cristo: É a tradução grega da palavra hebraica "Messias", "Ungido". Um título atribuído aos reis de Israel. Reis e sacerdotes, ao serem entronizados nos seus cargos, eram ungidos com óleo sagrado, sinal de que tinham o direito de agir em nome de Deus. Quando Israel fala do "Ungido", do "Messias", trata-se do rei que, enviado e protegido por Deus, deverá libertar o povo da dominação romana e reinar em Jerusalém, sobre o trono de David. Os cristãos confessam que Jesus de Nazaré é esse Messias, o Filho de Deus. No Baptismo, na Confirmação, na Ordenação, são ungidos com o óleo sagrado, sinal eficaz da sua presença na comunidade de Jesus Cristo.



<< Anterior
E em Jesus Cristo, seu único Filho, Nosso Senhor
Seguinte >>
Jesus Cristo, Filho de Deus


Esta semana
Clique na data para ler a Liturgia do respectivo dia.


Liturgia de hoje
Leitura I:

Salmo:

Evangelho:

Liturgia das Horas:

Terço do Rosário:


 

   


© 1999-2017 Paroquias.org