Índice · Ler a Bíblia · Pesquisa Avançada · Ajuda
     
 
Inteligência Espiritual
 

Rute 1


1 Uma família de emigrantes - 1*No tempo em que os Juízes governavam, uma fome assolou o país. Certo homem de Belém de Judá emigrou para os campos de Moab com sua mulher e seus dois filhos. 2*Esse homem chamava-se Elimélec; sua mulher, Noemi; e os dois filhos, Maalon e Quilion. Eram efrateus, de Belém de Judá. Ao chegarem aos campos de Moab, ali se estabeleceram.
3Entretanto, Elimélec, esposo de Noemi, morreu, deixando-a com os seus dois filhos. 4*Eles tomaram para si mulheres moabitas, uma chamada Orpa e outra Rute. Viveram ali cerca de dez anos. 5Morrendo Maalon e Quilion, Noemi ficou só, sem os seus dois filhos e sem o marido. 6Então levantou-se, na companhia das duas noras, para regressar dos campos de Moab, pois ouvira dizer que o SENHOR tinha visitado o seu povo e lhes tinha dado pão.

Regresso a Belém - 7Noemi deixara aquela terra onde vivera e, com as suas duas noras, pusera-se a caminho para regressar à terra de Judá. 8Mas Noemi disse às suas duas noras: «Ide, voltai cada uma para casa da vossa mãe. Que o SENHOR use de misericórdia convosco, como vós usastes comigo e com os que morreram! 9O SENHOR vos conceda encontrar a paz cada uma em casa do seu marido!» Então, ela beijou-as, em despedida. Mas elas, começando a soluçar, disseram: 10«Não! Nós queremos voltar contigo para o teu povo.» 11Noemi respondeu-lhes: «Parti, minhas filhas. Porque haveis de vir comigo? Porventura tenho eu ainda no meu seio filhos para que de mim possais esperar outros maridos? 12Voltai, minhas filhas, pois já estou demasiado velha para me casar de novo. E ainda que eu dissesse: 'Tenho esperança. Sim, esta noite pertencerei a um homem e gerarei filhos.' 13Acaso iríeis esperar que eles se tornassem grandes, sem casardes de novo? Não, minhas filhas! Pensando em vós, a minha amargura é sem medida, porque a mão do SENHOR pesa sobre mim.»

Atitudes diferentes - 14Elas choraram novamente em alto pranto. Entretanto, Orpa beijou a sua sogra e retirou-se, mas Rute permaneceu na sua companhia. 15Noemi disse-lhe: «Vês, a tua cunhada voltou para o seu povo e para os seus deuses. Vai tu também com a tua cunhada.» 16Mas Rute respondeu:
«Não insistas para que te deixe,
pois onde tu fores, eu irei contigo
e onde pernoitares, aí ficarei;
o teu povo será o meu povo
e o teu Deus será o meu Deus.
17*Onde morreres,
também eu quero morrer
e ali serei sepultada.
Que o SENHOR me trate com rigor
e ainda o acrescente,
se até mesmo a morte
me separar de ti.»
18Vendo que ela estava assim decidida, Noemi não insistiu mais com ela. 19Seguiram juntas e chegaram a Belém. Mal entraram na cidade, toda a Belém se alvoroçou por causa delas, e as mulheres diziam: «Esta é Noemi?» 20*Ela replicava: «Não me chameis Noemi! Chamai-me Mara, porque o Todo-Poderoso encheu-me de amargura. 21Parti com as mãos cheias e o SENHOR fez-me voltar de mãos vazias. Porque me chamais Noemi, se o SENHOR me humilhou e o Todo-Poderoso me maltratou?»
22Foi assim que Noemi voltou, e com ela a sua nora, Rute, que era originária dos campos de Moab. E chegaram a Belém, no início da colheita da cevada.

 

ESTA PÁGINA ENCONTRA-SE EM TESTE!
Caso detecte alguma incorrecção, POR FAVOR, informe-nos.

 

© DIFUSORA BÍBLICA - Reservados todos os direitos. É proibida a reprodução, total ou parcial,
do texto ou das ilustrações, sem autorização, por escrito, da Editora.