Índice · Ler a Bíblia · Pesquisa Avançada · Ajuda
     
 
Inteligência Espiritual
 

Juízes 1


I. TRADIÇÕES SOBRE A CONQUISTA DE CANAÃ
(1,1-3,6)


1 No Sul (Js 10,1-43; 14,6-15; 15,13-19) - 1*E aconteceu que, depois da morte de Josué, os filhos de Israel consultaram o SENHOR, dizendo: «Quem de nós irá em primeiro lugar combater os cananeus?» 2O SENHOR respondeu: «Subirá Judá, pois entreguei o território nas suas mãos.» 3Então, disse Judá a Simeão, seu irmão: «Sobe comigo à terra que me tocou em sorte para fazer guerra aos cananeus; e também eu subirei contigo à tua terra.» E Simeão foi com ele.
4Subiu, pois, Judá, e o SENHOR entregou nas suas mãos os cananeus e os perizeus e derrotaram dez mil deles em Bezec. 5Tendo encontrado Adonibezec em Bezec, atacaram-no, e derrotaram os cananeus e os perizeus. 6Então, Adonibezec fugiu, mas eles perseguiram-no, apanharam-no e amputaram-lhe os polegares das mãos e dos pés. 7*Adonibezec disse então: «Setenta reis, amputados os polegares de mãos e pés, apanhavam os restos de comida sob a minha mesa. Assim fiz eu, assim Deus me pagou.» Levaram-no para Jerusalém e lá morreu.

Conquista de Jerusalém e de Hebron - 8*Os filhos de Judá atacaram, então, Jerusalém, tomaram-na, passaram os seus habitantes a fio de espada e incendiaram a cidade. 9Depois desceram os homens de Judá a combater os cananeus que habitavam nas montanhas, no Négueb e na planície.
10*Judá marchou, então, contra os cananeus que habitavam em Hebron, antes chamada Quiriat-Arbá, e derrotou Chechai, Aiman e Talmai. 11Em seguida, partiu contra os habitantes de Debir, cujo nome era antes Quiriat-Séfer. 12Então, disse Caleb: «Àquele que atacar Quiriat-Séfer e a conquistar, dar-lhe-ei por esposa minha filha Acsa.» 13Então, Oteniel, filho de Quenaz, irmão mais novo de Caleb, conquistou-a e Caleb deu-lhe por esposa a sua filha Acsa. 14Quando ela chegou, ele incitou-a a pedir ao pai um campo. Ao descer do jumento, perguntou-lhe Caleb: «Que tens?» 15*Então, ela disse: «Faz-me um favor: tal como me deste uma região árida, dá-me também uma que seja irrigada por fontes de água.» E Caleb deu-lhe fontes na encosta e fontes nos vales. 16Ora os filhos de Hobab, o quineu, sogro de Moisés, subiram, com os filhos de Judá, da Cidade das Palmeiras ao deserto de Judá, que fica a sul de Arad; foram viver com os povos de lá.
17*Judá prosseguiu a sua marcha com seu irmão Simeão, e derrotaram os cananeus que habitavam em Sefat; destruíram-na completamente, votaram-na ao extermínio e puseram à cidade o nome de Horma. 18Entretanto, Judá apoderou-se de Gaza e seu território, de Ascalon, de Ecron e suas terras. 19Aconteceu que o SENHOR estava com Judá, e este apoderou-se da montanha; mas não conseguiu expulsar os habitantes da planície, porque tinham carros de ferro. 20Deram Hebron a Caleb, como Moisés havia dito, e Caleb expulsou de lá os três filhos de Anac. 21Quanto aos jebuseus que habitavam em Jerusalém, os filhos de Benjamim não os expulsaram; e, assim, os jebuseus moram, com os filhos de Benjamim, em Jerusalém até aos dias de hoje.

Conquista de Betel - 22Os filhos de José marcharam também contra Betel, e o SENHOR estava com eles. 23Mandaram fazer a exploração de Betel, cidade que antigamente se chamava Luz. 24Os exploradores viram, então, um homem que saía da cidade e disseram-lhe: «Ensina-nos como se entra na cidade e não te faremos mal.» 25*Ele mostrou-lhes a entrada da cidade, e eles passaram-na a fio de espada; porém, àquele homem e a toda a sua família deixaram-nos em liberdade. 26O homem retirou-se para a região dos hititas, fundou aí uma cidade a que pôs o nome de Luz, nome que ela conserva até aos dias de hoje.

Limites da ocupação (Js 17,11-13; 19,10-51) - 27A tribo de Manassés não conquistou Bet-Chan com as localidades vizinhas, nem Taanac com as localidades vizinhas e seus habitantes, nem Dor com as localidades vizinhas e seus habitantes, nem Jiblam com as localidades vizinhas e seus habitantes, nem Meguido com as localidades vizinhas; os cananeus continuaram a habitar nessa terra.
28Porém, quando Israel se tornou suficientemente forte, impôs-lhes tributo, mas não os expulsou. 29*A tribo de Efraim não expulsou os cananeus que moravam em Guézer, e estes continuaram a viver ali, no meio de Efraim.
30A tribo de Zabulão não expulsou os habitantes de Quitron, nem os de Naalol, e os cananeus continuaram a habitar no meio dela, mas ficaram sujeitos a tributo. 31A tribo de Aser não expulsou os habitantes de Aco, nem os de Sídon, nem os de Alab, de Aczib, de Helba, os de Afec nem os de Reob. 32Por isso, os filhos de Aser estabeleceram-se entre os cananeus, habitantes da região, visto não os terem expulsado. 33A tribo de Neftali não expulsou os habitantes de Bet-Chémes e os de Bet-Anat, e estabeleceu-se entre os cananeus, habitantes da região; mas os habitantes de Bet-Chémes e os de Bet-Anat ficaram a pagar tributo.
34*Os amorreus repeliram a tribo de Dan para a montanha, não lhes permitindo descer à planície. 35Os amorreus conseguiram ficar em Har-Heres, em Aialon e em Chaalbim, mas, quando os descendentes de José ficaram mais fortes, obrigaram-nos a pagar tributo. 36*O território dos amorreus estendia-se desde a subida de Acrabim e de Sela para cima.

 

ESTA PÁGINA ENCONTRA-SE EM TESTE!
Caso detecte alguma incorrecção, POR FAVOR, informe-nos.

 

© DIFUSORA BÍBLICA - Reservados todos os direitos. É proibida a reprodução, total ou parcial,
do texto ou das ilustrações, sem autorização, por escrito, da Editora.